ARTIGOS

5 motivos para participar de concursos de projetos

Ao desenvolver uma proposta de arquitetura acabamos reunindo muita informação e aprendizado, tanto relativas a arquitetura e os processos relacionados a área como também novos conhecimentos que nos permitam conceitualizar e justificar as nossas decisões projetuais. Aliados a esta bagagem adquirida, existem muitos os benefícios que um jovem arquiteto ou ainda em processo de formação podem obter participando de concursos de projeto.

Além de todo o enriquecimento intelectual do processo de estudo para o desenvolvimento do projeto e suas etapas, separamos para vocês algumas das razões que se caracterizam mais impactantes para nós!

MOTIVO 01: Exercitar sua habilidade projetual

Nosso cérebro, assim como outras partes do corpo, precisa de estímulos para continuar desempenhando suas atividades a pleno vapor. Os músculos precisam de exercícios tanto quanto o nosso intelecto necessita de desafios. E qual a melhor maneira aliada a nossa área de atuação, se não o desenvolvimento de projetos?

Os concursos apresentam temas quase que em sua maioria situações que fogem do nosso dia-a-dia comum dentro de escritórios e salas de aula, com programas e escalas diferenciados e específicos. Esses ingredientes mais a liberdade para criação e alto índice de experimentação nas propostas, criam o condicionante perfeito para representar a nossa habilidade projetual e, com o decorrer do tempo, perceber o quanto o processo de criação e desenvolvimento do projeto se torna fluído.

Essa evolução constante que a participação em concursos cria nos envolvidos, se reflete nas mais variadas características que um jovem arquiteto necessita e capacita, ao mesmo tempo que atesta a qualidade de projeto. Por último, mas não menos importante, o grupo de participação do concurso gera um coletivo de ideias, e uma metodologia de trabalho pluralque é fundamental para a vida acadêmica e profissional. Saber trabalhar em equipe, deixar o ego de lado e aceitar como um todo as melhores ideias para por em prática, é também um ponto chave a ser exercitado.

Participar de concursos é a chance de mostrar o SEU MODO para o mundo e ainda crescer profissionalmente e pessoalmente superando os desafios apresentados!

MOTIVO 02: É uma atividade complementar a graduação

Recentemente, nossa equipe realizou uma pesquisa com 400 acadêmicos de arquitetura de todo o país e os números que obtivemos foram impressionantes! Nós ficamos sabendo que 80% desses estudantes, nunca participaram de concursos e o maior número de justificativas para não participar, foi que 71% das universidades o divulgam ou incentivam os alunos a conhecer essa modalidade de projeto. Essa é uma das missões da MODO Plataforma, levar ao estudante um acesso fácil e orientado ao universo dos concursos de projeto.

Nós acreditamos que a participação em concursos serve como uma atividade complementar de excelência, junto ao desenvolvimento da habilidade projetual adquirida na faculdade. A nossa meta é produzir concursos voltados aos estudantes, com atenção especial na hora de concepção dos editais, procurando ao máximo conciliar os períodos de maior incidência de provas e entregas na vida acadêmica. Também, por organizarmos concursos de ideias, dispensamos o trabalho braçal massante na hora de graficação, dando liberdade aos participantes para gerar fluidez de projeto. Mas não esqueça que esquemas funcionais e justificativas ainda são pontos fundamentais para a avaliação de seu projeto!

Queremos, junto das universidades, dos professores e até mesmo dos próprios alunos, propagar essa ideia e engajar a comunidade de estudantes de arquitetura do Brasil com temáticas interessantes e dos mais variados cunhos! Venha participar conosco desta experiência, traga seus amigos e mostre também aos professores. Temos a total certeza de que os concursos e a academia podem ser conciliados sim, gerando somente resultados positivos!

MOTIVO 03: Nos concursos, você encontra menor trabalho braçal e maior liberdade projetual

Quantas vezes você ficou sem tempo para desenvolver todas atividades de um projeto? Ou deveríamos perguntar se você já conseguiu acabar um projeto por completo?

A nossa liberdade projetual durante a graduação fica quase sempre refém a grande complexidade de alguns programas propostos e isto acaba travando o desenvolvimento e progresso da ideia propriamente dita. A essência do projeto muitas vezes se perde no tempo em meio a tantos detalhamentos técnicos, cortes, fachadas e plantas baixas, e acabamos nem reconhecendo nosso próprio projeto ou gostando dele como gostamos de ter aquela ideia inicial. Essa falta de motivaçãoacontece, inclusive, por estarmos envolvidos somente no trabalho braçal de aparar arestas ou determinar as linhas guias de um corte. Concorda?

Apostamos que você já deixou de gostar do seu próprio projeto ou abriu mão das suas melhores ideias por ter que trabalhar horas e horas igual um boi de carga na frente do computador, certo? Tudo isso, pra na próxima aula ter que mudar todo o projeto e ver o processo todo se repetir, até ter vontade de desistir.

Esse processo de desenhar e repetir pode ser chamado por alguns de “exercício” e há quem acredite que esse exercício de desenho é o que vai fazer você ficar craque em projetar.
Nós pensamos diferente disso, e achamos que aparar arestas não é exatamente o que vai fazer de você um ótimo arquiteto, mas acreditamos que desenvolver ideia sobre ideia vai melhorar, e muito, a sua capacidade de projetar.

Mas espera aí, devo deixar de lado a parte técnica e me concentrar só nas idéias? Não!
Isso não significa que devemos desvalorizar o processo de desenho técnico, bem pelo contrário, é essencial a nossa formação acadêmica. Nós devemos realizar os processos utilizando a cabeça antes de sair desenhando tudo que vemos pela frente. Devemos, desenvolver a ideia antes do desenho técnico pra não nos arrependermos depois. Entendemos que nem sempre isso é possível, e acaba que o desgaste mental pela repetição de tarefas tira o gosto do estudante de ser arquiteto, e ao fim do semestre não ficamos realizados com aquele projeto ficou descaracterizado pelas horas que ficamos sobre os softwares e esquecemos do potencial que nossos primeiros croquis tinham.

O menor desgaste mental para concepção de projetos vem do exercício da resolução de problemas. Esse exercício é fruto de diferentes idéias para diferentes propostas. Essa bagagem de ideias diferentes que buscam resolver problemas, no futuro se tornam atalhos para desenvolver projetos sem tanto desgaste. O que queremos dizer é que: repetir o comando “trim” não vai fazer você projetar melhor, mas estimular a sua mente a desenvolver idéias para novas propostas, com certeza vai. O que nós propomos é a liberdade de projeto.

A MODO plataforma busca explorar mais a sua mente na sua essência, potencializar a sua capacidade para resoluções das problemáticas com uma maior liberdade de expressão, a ideia que você tem em mente pode mudar muita coisa e ela está em primeiro lugar.

Que invenção você tem na cabeça? Que ideia? Que habilidade você tem dentro de si para oferecer ao Universo?

MOTIVO 04: Ampliação do panorama da sua arquitetura

Até onde vai a ideia que você produz? O quão longe ela chega? De onde ela surge? Você se baseia em quais referências?

Durante a sua vida acadêmica os seus projetos são julgados por pessoas que estão ao seu redor, estas são basicamente seus professores, seus próprios colegas e amigos ou a sua mãe, que sempre fala que está bonito. Esse julgamento local dos projetos pode desestimular o estudante quando recebe um parece que não concorde por talvez não entender de onde raios ele veio, ou por comparar seu trabalho com o dos colegas e ficar confuso sobre os critérios de avaliação que foram usados pra julgar, ou ainda, que ele se esforce sempre mas tenha sempre algo faltando.

As desilusões com notas e pareceres fazem o futuro arquiteto ser mais auto crítico do que já é com a sua produção e muitas vezes o desmotivam a seguir em frente.

ampliação do panorama da sua arquitetura é mostrar sua própria produção – bem do jeito que ela é – para que outras pessoas vejam e avaliem. O fato de não se limitar ao seu panorama local é um benefício imenso para sua criatividade e para que você se mantenha motivado em produzir arquitetura baseado em ótimas ideias de referências que nem sequer imaginava que iria conhecer. Se mostrar receptivo a outras ideias e a receber julgamentos de outras pessoas sobre a sua obra, faz você enxergar com outros olhos o caminho que está trilhando e a perceber mais facilmente se deve adapta-lo ou seguir adiante.

Através dos concursos de ideias da MODO o seu projeto será visto por outros olhos além dos olhos próximos e as respostas à ele talvez sejam muito diferentes das que você tem hoje. Não se limite só ao seu mundo, tem um outro lá fora bem maior pra conhecer!

MOTIVO 05: Interação com estudantes e culturas do mundo todo

O último motivo se relaciona diretamente com o motivo número quatro: ampliação do panorama da sua arquitetura.A possibilidade de compartilhar e experimentar projetos elaborados por mentes que cresceram em um meio completamente diferente do que você cresceu, definitivamente aprimora o seu senso crítico, o faz conhecer novos métodos construtivos, novas possibilidades de projeto e interagir com estudantes ao redor do mundo trocando experiências.

O desenvolvimento de um profissional limitado a um panorama regional de arquitetura se torna por vezes a única opção dependendo de onde você se encontra e das ambições que tem. Permanecer fisicamente em um ambiente regional não é um problema, desde que não seja estático intelectualmente. O que não pode se tornar preso a esse ambiente para sempre, é a sua vontade de conhecer, desenvolver e se aprimorar.

A MODO estimula você a trocar experiências com o mundo e se propõe a ser sua parceira para superar as fronteiras de projeto que possam existir!

Agora que você já sabe alguns dos benefícios de participar de concursos de projeto, queremos que você faça parte do próximo concurso que estamos preparando! Acompanhe a MODO Plataforma pelas redes sociais e pelo site oficial, para acompanhar a divulgação do tema, datas de entrega e premiação.

Ainda não conhece a MODO e quer saber um pouco mais sobre nósClique aqui para acessar nossa apresentação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *