INSPIRAR

INSPIRAR #12 – Sydney’s Tallest Residential Skyscrapper por Ingenhoven Architects + Architectus

Hoje no inspirar, apresentamos a vocês o projeto vencedor do concurso para o edifício residencial mais alto de Sydney, concebido pelo escritório alemão Ingenhoven Architects com colaboração do studio australiano Architectus! Confira abaixo esse fantástico projeto!

Autor: Ingenhoven Architects + Architectus
Competição: 2017 Sydney’s Tallest Residential Skyscrapper
Local: Sydney, Australia

O projeto desenvolvido pelos arquitetos australianos Invenhoven Arhictects, em cooperação com o escritório architectus, superou uma série de arquitetos internacionalmente aclamados em uma competição para projetar a torre residencial mais alta de Sydney, localizada na 505-523 George Street. O arranha-céu de 79 andares atingirá 270m de altura e será local de diferentes usos, desde a alta qualidade de vida residencial até hotel, varejo e lazer. Os arquitetos esperam que a torre seja “um marco profundamente visível para um desenvolvimento econômico, ambiental e socialmente sustentável e voltado para o futuro”.

A localização desempenha um papel significativo no projeto; sua implantação no distrito central de negócios de Sydney ditava a necessidade de uma “visão imperturbada do lado de fora”. A fachada única permite essas visuais, enquanto os dispositivos de sombreamento maximizam os efeitos de luz natural e geram interesse ao longo do perfil do prédio. As varandas utilizam brises de vidro e são naturalmente ventiladas, criando as condições perfeitas para um jardim de inverno.

Os materiais puros são o foco da paleta de materiais, usando a arquitetura regional como referência. Consequentemente, o edifício apresenta concreto aparente cor de areia, elementos de concreto pré-moldado cor de areia, vidros de baixo teor de ferro e alumínio anodizado para a fachada, revestimento de aço inoxidável com acabamento espelhado e madeira reciclada para terraços e venezianas.

Ingenhoven e architectus prestam uma atenção especial ao impacto ambiental e ao uso de energia, não deixando pontos não resolvidos em sua busca por um produto ambientalmente consciente. O uso de materiais locais sustentáveis e duráveis levará a um tempo de transporte “drasticamente mais curto”, uso de energia reduzido e manutenção mínima, enquanto a fachada em si é projetada para maximizar os efeitos da iluminação natural dentro da torre. As seções da fachada são anguladas, atuando como coletor solar híbrido na fachada norte ensolarada, enquanto a fachada sul opera em conjunto com “sistemas de refrigeração inteligentes”.

Além dos arquitetos da Ingenhoven possuirem uma vasta experiência em projetos de grande escala e esquemas sustentáveis, eles também têm uma relação existente com seus arquitetos de colaboração australianos, com quem eles construíram o primeiro arranha-céu “verde” da Austrália. “Estamos ansiosos para trabalhar com a equipe da Ingenhoven novamente em outro projeto significativo de Sydney”, disse Ray Brown, diretor administrativo da architectus.

“Combinamos mais uma vez nossa expertise, projetando uma torre que será altamente integrada ao ambiente existente e oferecerá um grande espaço público. Esta abordagem urbana baseia-se na filosofia de um público bem conectado e concebe a torre como sendo uma “vizinha amiga”. A combinação de diferentes usos e o design atemporal do edifício são partes integrantes de uma abordagem ambientalmente sustentável, mas também expressão de um profundo entendimento dos objetivos do projeto.” – Christoph Ingenhoven, proprietário e fundador da Ingenhoven Architects

___

O texto aqui apresentado sobre este projeto foi uma tradução livre realizada pela nossa equipe, veja o texto original em inglês e as imagens em alta resolução neste link!

Gostou da série INSPIRAR e quer olhar mais projetos em destaque? Clique aqui para ser redirecionado a outros conteúdos semelhantes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *