CONCURSOS

Concurso 02: Anexo ao Museu Nacional – Confira os Jurados!

Para uma temática tão especial, um corpo de jurados de peso! Confira abaixo os componentes do nosso Júri, que inclui arquitetos de renome e com expertise para avaliar o tema, além de designer, museólogo e o arquiteto-chefe da reforma geral do Museu Nacional!

MIRALLES TAGLIABUE EMBT – BARCELONA, ESP

Miralles Tagliabue EMBT é um estúdio de arquitetura reconhecido internacionalmente formado por Enric Miralles (1955-2000) e Benedetta Tagliabue em 1994. O estúdio tem experiência em espaços públicos e edifícios na Europa e na China, trabalhando para governos estaduais e locais, bem como para clientes corporativos e privados.

A abordagem madura da EMBT à arquitetura, design de interiores, planejamento de instalações inclui experiência com edifícios educacionais, comerciais, industriais e residenciais, restauração de prédios e também arquitetura de paisagem para fins especiais. Cada projeto evolui a partir dos requisitos específicos do cliente e a inovação surge através do processo de design. Essa abordagem é combinada com fortes habilidades técnicas e de gerenciamento para fornecer serviços econômicos e personalizados.

Benedetta Tagliabue estudou arquitetura no Istituto di Architettura di Venezia (IUAV) e atualmente atua como diretor do escritório internacional de arquitetura Miralles Tagliabue EMBT, fundada em 1994 em colaboração com Enric Miralles, com sede em Barcelona e, desde 2010, em Xangai.

Entre seus projetos mais notáveis ​​são construídos o Parlamento de Edimburgo, Diagonal Mar Park, o mercado de Santa Caterina em Barcelona, ​​Campus Universitário de Vigo, e Pavilhão espanhol na Expo Mundial de Xangai 2010, que foi premiado com o prestigioso Prêmio Internacional “Melhor Edifício Internacional de 2011” do RIBA.

No campo de ensino, ela tem sido professora visitante na Universidade de Harvard, Columbia Universidade e Barcelona ETSAB, dando palestras regularmente em fóruns de arquitetura e universidades e faz parte dos jurados de todo o mundo, por exemplo, Prémio Príncipe das Astúrias e recentemente ela se juntou ao júri do Prêmio Pritzker.

A avaliação do nosso concurso acontecerá através de um processo coletivo entre os arquitetos integrantes deste escritório. Demais né?

MATHEUS MARQUES – SÃO PAULO, BRA

Arquiteto e Urbanista com graduação pela Universidade Federal do Paraná em 2006. Atualmente é sócio fundador do Hiperstudio, escritório de arquitetura em São Paulo com diversas premiações nacionais em concursos de projeto e na temática sustentável. Leciona como Professor de Apresentação de Projetos no curso de Design de Interiores na Escola Britânica de Artes Criativas – Ebac.

RICARDO GONÇALVES – SÃO PAULO, BRA

Arquiteto e Urbanista com graduação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2007 e Mestrado pela Universidade de São Paulo em 2014 na área de Projeto de Arquitetura. Atualmente é sócio fundador do Hiperstudio, escritório de arquitetura em São Paulo com diversas premiações nacionais em concursos de projeto e na temática sustentável.Leciona como Professor de Projeto no curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Belas Artes.

FRANCISCO PALMEIRA DE LUCENA – RIO DE JANEIRO, BRA

Graduou-se cum laudae em Arquitetura e Urbanismo pela FAUPE [Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco]. Especializou-se em Arquitetura Ambiental pela UGF [Universidade Gama Filho] em 2005 e História da Arte e da Arquitetura no Brasil pela PUC-Rio em 2007.

Arquiteto da equipe responsável pela apresentação do Projeto da Nova Exposição do Museu Nacional, convênio estabelecido entre o CNPq e o Museu Nacional / UFRJ. Esta equipe desenvolveu um projeto de revitalização para a instituição, considerando a restauração e modernização de seu histórico palácio e da apropriada conservação e exposição de seu acervo. Para isto, foi criado, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, um escritório técnico e científico que contou com uma equipe multidisciplinar de designers, arquitetos, biólogos e antropólogos com coordenação geral do Professor Luiz Fernando Duarte, então Diretor do Museu Nacional; (2000-2002)  

CARLOS MACHADO – RIO DE JANEIRO, BRA

Digital. Barcelona 02/07/14 -Benedetta Tagliabue, arquitecta, fotografiada en su estudio de Barcelona (c) Vicens Gimenez

Bacharel em Desenho Industrial pela Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro; (1987) Professor das disciplinas de Desenho I e II, na Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro; (1999-2000)

Coordenador de Design da equipe responsável pela apresentação do Projeto da Nova Exposição do Museu Nacional, convênio estabelecido entre o CNPq e o Museu Nacional / UFRJ. Esta equipe desenvolveu um projeto de revitalização para a instituição, considerando a restauração e modernização de seu histórico palácio e da apropriada conservação e exposição de seu acervo. Para isto, foi criado, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, um escritório técnico e científico que contou com uma equipe multidisciplinar de designers, arquitetos, biólogos e antropólogos com coordenação geral do Professor Luiz Fernando Duarte, então Diretor do Museu Nacional; (2000-2002)  

Professor das disciplinas de Desenho, Projeto de Identidade Visual, Projeto de Embalagens e dos Projetos Integradores, no Curso Técnico de Comunicação Visual, Centro de Formação Profissional de Artes Gráficas SENAI, Rio de Janeiro; (2008-2015) Professor da disciplina de Percepção Visual e Projeto Gráfico, no curso de PósGraduação em Ilustração e Design da Faculdade Maria Thereza; (2010-2015)

 

ANDRE ANDION ÂNGULO – RIO DE JANEIRO, BRA

Possui graduação em Museologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1998). Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pelo Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo – área de concentração em Gestão do Espaço Urbano da Universidade Federal Fluminense (2006). Curso de Formação Avançada (CFA) do Programa Doutoral de Turismo da Universidade de Aveiro em Portugal. Curso de Estudos Avançados em Museologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (2018).

Museólogo responsável pela reserva técnica do Museu da República do Instituto Brasileiro de Museus do Ministério da Cidadania. Coordenador do Circuito Sítios Históricos da República e participa da implementação da Rede de Governança e Colaboração Institucional do Campo de Santana / Praça da República.

Titular do Comitê Gestor do Programa Socioambiental do Museu da República. Premiado nos concursos de ideias do IAB – Instituto dos Arquitetos do Brasil nos anos de 2004 e 2005  – 2 lugar do Caminho Mauá – revitalização da primeira ferrovia do Brasil e Menção Honrosa no Concurso de ideias da Reurbanização do Complexo da Rocinha.


E aí, o que achou? Quer ter seu projeto avaliado por esses gigantes e ainda receber feedback por escrito do seu resultado?

Corre e garanta sua inscrição agora, clicando aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *